© 2018. Associação Jornada Literária. Todos os Direitos Reservados. Criado por IDEIA Prática.

Parceiros

Educação

Na Ceilândia, a Coordenação Regional de Ensino, da Secretaria de Educação do Distrito Federal é a principal parceira, uma cooperação que se concretiza por intermédio dos gestores e educadores dos Centros de Ensino Médio, Centros Educacionais, Centros de Ensino Fundamentais e Escolas Classe que aceitaram o convite. Para alcançar o objetivo da Jornada, isto é, promover o gosto pela leitura literária entre os estudantes, as escolas recebem as oficinas de mediação de leitura e de criação literária; e, ainda, por empréstimo, os livros a serem lidos como atividade preparatória; esses leitores se encontram com os autores, nos dias da programação, no Teatro Sesc Newton Rossi; ou recebem as visitas dos autores, durante a Jornada.

SESC DF

No Distrito Federal, o SESC apoia diversos projetos nas áreas de educação, esporte e lazer, cultura, ação social, saúde e turismo; e, especialmente na de cultura, apoia aqueles voltados para o incentivo aos arranjos produtivos do livro, leitura e literatura. Esse apoio do SESCDF consiste na manutenção de bibliotecas, concursos literários e apoio a eventos como a Jornada Literária do Distrito Federal. Essa colaboração vem ocorrendo, principalmente, com a cessão de equipamentos, como o Teatro Sesc Newton Rossi, em Ceilândia. Mas também na cessão de outros espaços institucionais para acomodação dos convidados da Jornada Literária do DF. Os módulos de educação e cultura do Sesc, por intermédio de gestores e professores também participam da Jornada Literária do DF: pelas oficinas de mediação de leitura e pelo comparecimento dos alunos nos espetáculos e apresentações do projeto. Por intermédio da Coordenação de Ações Culturais do Sesc DF, essa parceria vem-se consolidando, sempre contando com os profissionais da área do livro, leitura e bibliotecas da instituição.

 

 

Cedep

O Centro de Cultura e Desenvolvimento do Paranoá e Itapoã (Cedep) existe desde 1987, com o propósito de promover a arte, cultura e educação; constituiu-se como um dos principais atores sociais que levaram ao estabelecimento da atual Região Administrativa do Paranoá, transformação em cidade do originário acampamento de pioneiros que construíram a barragem. Desde a criação, o Cedep prossegue atuando como um dos espaços de resistência cultural na cidade, abrigando outros movimentos interessados no desenvolvimento local. O Cedep é um dos parceiros de primeira hora da Jornada Literária do Distrito Federal, tendo abrigado, em 2016, a primeira edição. Essa parceria prossegue, nos processos de formação de mediadores de leitura e na Sala de Leitura da Jornada Literária do Distrito Federal.