O fio das histórias liga crianças e adultos na Sala de Leitura da AJL DF

João Bosco Bezerra Bonfim se encontra com as crianças na Sala de Leitura da AJLDF


Na Sala de Leitura da Jornada Literária do DF, nesta tarde de junho (28), as crianças da educação infantil do Cedep e os adultos da EJA participaram de mais uma atividade de leitura.

Para as crianças, as histórias são assim: enchem a memória, um brinquedo de montar: o jacaré é o destaque na lembrança dos que ouvem Sete Patinhos na Lagoa, de Caio Riter, com ilustrações de Laurent Cardon (Ed. Biruta); e é também o Jacaré não, de Antônio Prata, ilustrações de Talita Hoffman (Ubu Editora); mas por que não chamá-los para auxiliar em O Elefante caiu, de Ivan Zigg?


Histórias dos livros se associam a imaginações que já são férteis

Já os adultos da EJA, as histórias são memória - de vida vivida, pelejada, festejada - Na Sala de Leitura da Jornada Literária do DF. Assim, seguimos com o nosso propósito: após três meses de trabalho, monitores e estudantes leram Um pau-de-arara para Brasília, de João Bosco Bezerra Bonfim, ilustrações de Alexandre Teles (Editora Biruta); recontaram suas próprias histórias, da vinda para Brasília; e escreveram cordéis, por eles mesmos ilustrados. Quem sabe cantar, traz as histórias acompanhadas de melodia. E seguimos com essa boa vivência de leituras.


Estudantes do EJA do Paranoá e Itapoã, na Sala de Leitura da AJL

© 2018. Associação Jornada Literária. Todos os Direitos Reservados. Criado por IDEIA Prática.